sábado, 25 de agosto de 2012

DO AMOR

sábado, 25 de agosto de 2012

"E só então percebi que estava diante de uma criatura cheia de delicadeza e carinho. Que se traia sem se dar conta. Ao mesmo tempo que se encolhia numa mistura de insensatez e incoerência. Uma verdadeira preciosidade. Uma jóia, linda e espiritual. Talvez algum homem, uma coisa qualquer, um dia a destruísse para sempre. Fiquei torcendo para que não fosse eu." 

[Charles Bukowski in, A mais linda mulher da cidade]


2 bilhetes:

Ives disse...

hummm Gosto do Bukowski, mas não conhecia esse texto, muito interessante.
Bom final de semana, abraços

Malu disse...

Muito belo o excerto.
Grande abraço!!!!

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket