domingo, 13 de setembro de 2009

UM VESTIDO AZUL

domingo, 13 de setembro de 2009

Num bairro pobre de uma cidade distante, morava uma garotinha muito bonita.
Acontece que essa menina freqüentava as aulas da escolinha local, no mais lamentável estado: suas roupas eram tão velhas que seu professor resolveu dar-lhe um vestido novo.
Assim raciocinou o mestre: "É uma pena que uma aluna tão encantadora venha às aulas desarrumada desse jeito. Talvez, com algum sacrifício, eu pudesse comprar para ela um vestido azul."
Quando a garota ganhou a roupa nova, sua mãe não achou razoável que, com aquele traje tão bonito, a filha continuasse a ir ao colégio suja como sempre, e começou a dar-lhe banho todos os dias, antes das aulas.
Ao fim de uma semana, disse o pai: "Mulher, você não acha uma vergonha que nossa filha, sendo tão bonita e bem arrumada, more num lugar como este, caindo aos pedaços? Que tal você ajeitar um pouco a casa, enquanto eu, nas horas vagas, vou dando uma pintura nas paredes, consertando a cerca, plantando um jardim?"
E assim fez o humilde casal.
Até que sua casa ficou muito mais bonita do que todas as casas da rua, e os vizinhos se envergonharam e se puseram também a reformar suas residências.
Desse modo, todo o bairro melhorava a olhos vistos, quando passou um político que, bem impressionado, disse: "É lamentável que gente tão esforçada não receba nenhuma ajuda do governo".
E dali saiu para ir falar com o prefeito, que o autorizou a organizar uma comissão para estudar que melhoramentos eram necessários ao bairro.
Dessa primeira comissão surgiram muitas outras e hoje, por todo o país, elas ajudaram os bairros pobres a se reconstruírem.
E pensar que tudo começou com um vestido azul.
Não era intenção daquele simples professor consertar toda a rua, nem criar um organismo que socorresse os bairros abandonados de todo o país.
Mas ele fez o que podia, ele deu a sua parte, ele fez o primeiro movimento, do qual se desencadeou toda aquela transformação.
É difícil reconstruir um bairro, mas é possível dar um vestido azul.


[Autor desconhecido]
 Retirei do blog da minha amiga Patrícia
http://www.grupomagiadosol.blogspot.com/

Obrigada, Patricia.
 UM VESTIDO AZUL, BONS PROFESSORES, POLÍTICOS COMPETENTES, JUNTOS VENCEREMOS!

4 bilhetes:

entremares disse...

Sabes o que tu estás fazendo ( e que eu também vou tentando, na medida do possível )?

Sabes?

A oferecer um vestido azul à blogosfera.

Um grande beijo.
Rolando

Elizabeth disse...

Que lindo!
Bom domingo, um abraço.

cristina disse...

Imagina,se todas as pessoas comprassem um vestido azul para doá-lo a uma garotinha necessitada: o ato de bondade se propagaria como ondas gigantescas de amor ao próximo!
Como acabamos de ler, basta um gesto de boa intenção para que a mudança floresça...
Gislene,post nota 10000000000000000000!!!!!
Bjs no coração,miiiga!
Cris

Gianete Rocha disse...

Tenho uma conhecido que fala que quando as pessoas estão desanimadas ou que os problemas de alguém ou de algum lugar não se resolve é necessário "bancos novos", e esses agirão como um impulso para que todos envolvidos comecem a busca do melhoramento, neste caso foi o "vestido azul", que todos possam ganhar um vestido azul para que o pais, os estados, as cidades e os povos possam buscar a melhoria dentro da união fraterna para termos um mundo melhor. Lindo! Muita paz, saúde e alegria. Gi

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket