sexta-feira, 2 de março de 2012

DEIXE DEUS SER UMA CELEBRAÇÃO

sexta-feira, 2 de março de 2012
[imagem por keiichi.I]

Pergunta a Osho: Por que só me lembro de Deus quando estou sofrendo?


Você não se lembra de Deus. Quando você está sofrendo, a sua lembrança de Deus é sem sentido.


Apenas porque você quer evitar o sofrimento, você se lembra de Deus como proteção. Você não está interessado em Deus, está interessado apenas em como evitar o sofrimento. É por isso que, quando você está feliz, esquece tudo sobre Deus.


Mas escute bem, só quando se lembra de Deus na felicidade é que há lembrança, caso contrário, não. No sofrimento todos se lembram de Deus - mesmo o ateu. É por isso que mesmo os ateus começam a ficar teístas quando envelhecem.


E na hora da morte quase todo ateu se torna um teísta - quando vem o sofrimento verdadeiro da morte, toda a sua filosofia do ateísmo desaparece. Mas isso não é oração verdadeira, autêntica, não é uma recordação autêntica.


As pessoas religiosas são aquelas que se lembram quando estão felizes, porque elas se lembram em gratidão. Quando você vê uma rosa, esse é o momento certo para se lembrar de Deus. A flor é motivo suficiente para se lembrar dele, uma indicação suficiente, uma causa suficiente, uma ocasião.


Quando você vê uma criança sorrindo, ou quando um pássaro voa no céu, quando está voando, ou o sol nascendo, ou uma estrela solitária de manhã está quase desaparecendo - se você sabe o que é beleza, você se lembrará de Deus nestes belos momentos.


Se você sabe o que é amor, se lembrará de Deus quando fizer amor. Se você sabe o que é alegria, se lembrará de Deus quando estiver cheio de alegria.


Estes são os momentos nos quais se agradece. E, depois, mesmo que se lembre dele no sofrimento, será uma lembrança verdadeira, caso contrário, não.


Se se lembrar apenas no sofrimento, você não se lembra de Deus - você simplesmente quer receber ajuda dEle. Você simplesmente quer usar a palavra "Deus", quer usar Deus, só isso.


No sofrimento, sua lembrança não tem nada a ver com Deus. Abandone-a; ela não tem sentido. Comece uma nova abordagem. Quando você estiver cheio de alegria, dançando, cantando, então lembre-se!


Deixe Deus estar associado com seus momentos positivos. É daí que começará a ir fundo no seu coração. Deixe Deus ser não um caso triste, mas uma celebração. Deixe Deus ser uma benção, uma graça divina. 


[Osho, em "Sufis: O Povo do Caminho"]


2 bilhetes:

cris photos disse...

Sempre bom palavras assim...e bem escolhida esta foto fofa.

Beijos e um ótimo fim de semana.

pelangi sepi disse...

follow and support you

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket