domingo, 9 de outubro de 2011

HAVIA UM TEMPO EM QUE EU...

domingo, 9 de outubro de 2011
"Uma Noite Estrelada sobre o Ródano" por Vincent Van Gogh, 1888. Tela original pertencente ao Museu d'Orsay em Paris, pintada em Setembro do mesmo ano em Arles, sul da França. Van Gogh ilustrou o Rio Ródano à noite. Óleo sobre tela.


Havia um tempo em que eu


achava que a chuva era


o choro de Deus quando este estava


descontente com os homens;


que a sua voz bradava em cada


relâmpago batido no chão;


e que todos entravam rompendo


suas idéias por serem temerosos


ao onipresente.


Que ingenuidade a minha achar que Deus,


na sua universalidade infinda,


deixaria que nós,


pobres seres vacilantes,


o víssemos chorando.


Suas lágrimas seriam os infortúnios dos homens.


E Deus jamais entristeceria seus filhos.


Descobri que Deus não chora pelas nuvens;


Ele chora pelas estrelas.


[Poema de Angel Cabeza, do livro "Vidro de Guardados". No vídeo abaixo ouçam o poema na voz do autor]



...Visitem o blog do amigo Angel Cabeza , contém ótimas crônicas.

3 bilhetes:

Orvalho do Céu disse...

Olá, querida
As estrelas são tudo de lindo no céu...
Bjm de paz e ótima semana

lis disse...

Gislene
Linda a tela de Van Gogh e a metáfora das lágrimas como estrelas na face de Deus sublima o poema.
uma ótima semana com meus abraços

Bloguinho da Zizi disse...

Gislene
As vezes penso que certos homens tem essa capacidade, de fazer com que Ele chore sim, tamanha a falta de amor que impera em seus corações.

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket