segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

DO CRESCIMENTO

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Anoto no meu computador algumas palavras de K. Casey, que li em uma revista no avião. 


"Como a raça humana é curiosa – tão parecida e tão diferente! Somos capazes de trabalhar juntos, construir as pirâmides do Egito, a Grande Muralha da China, as catedrais da Europa e os templos do Peru. Podemos compor músicas inesquecíveis, trabalhar em hospitais, criar novos programas de computador."


"Mas, em algum momento, tudo isto perde seu significado, e nos sentimos sós, como se fizéssemos parte de um outro mundo, diferente daquele que ajudamos a construir."


"Às vezes, quando outros precisam de nossa ajuda, ficamos desesperados porque isto nos impede de aproveitar a vida. Outras vezes, quando ninguém precisa de nós, nos sentimos inúteis."


"Mas somos assim, seres humanos complexos, que agora estamos começando a nos entender; não vale a pena se desesperar por causa disso."


[Paulo Coelho]

3 bilhetes:

Maria Isabel Dias disse...

Nossa e não é que é assim mesmo! Ele definiu certinho como somos! bjs e boa semana! Nina

Elizabeth disse...

Oi Gi,
Quando tivermos plena consciencia que não pertencemos a vida material e sim a espiritual, seremos felizes.
Beijo.

regina ragazzi disse...

Uma grande verdade.Muitolindo seu blog. Bj carinhoso.

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket