domingo, 27 de março de 2011

IMAGINANDO MARTE

domingo, 27 de março de 2011

Este é um composto de três representações do artista JPL, feitos a partir de 1975. A paisagem e as formas prestadas levaram em conta o que era conhecido sobre Marte neste ano. Comparados à Terra, Marte está mais longe da luz do sol, muito frio e muito árido, e tinha uma fina atmosfera rica em dióxido de carbono, mas pouco nitrogênio, um ambiente inóspito, distintamente e complexo como a Terra, onde as formas de vida são baseadas em carbono.


"Life on Mars" foi concebido como baixo para o chão, simétrico e simples. O artista desenhou as formas de vida baseada em silício, provavelmente orientado por outros, talvez os cientistas, que tinham pensado sobre essa possibilidade. Formas peculiares de pires, como ficou apenas ligeiramente acima do nível do solo, as estruturas de raiz, como chegou a ida de recursos necessários ao crescimento, um feixe de cones enfrentou muitas direções de calor, luz ou alimentos. Em vez da realidade, as imagens incorporadas trazem a esperança do artista e antecipação do que a exploração futura de Marte iria encontrar.


[Crédito da imagem: NASA / JPL
25/março/2011]


Apenas dois sensitivos no Brasil até hoje receberam o aval da Espiritualidade para transmitir as obras que falam da civilização marciana, são eles: Chico Xavier e Hercílio Maes. 
São informações precisas ditadas pelo Mestre Ramatís. 
Na Indochina do século X, nasce Ramatís. Na Atlântida foi contemporâneo do espírito que mais tarde seria conhecido como Allan Kardec. Posteriormente, em sua passagem pelo Egito, no templo do faraó Mernefta, filho de Ramsés, teve novo encontro com Kardec, que era, então, o sacerdote Amenófis. 
Apesar de ainda polêmicas suas obras espirituais , os ensinamentos deste Mestre atraí cada vez mais adeptos, irmãos que despertam-se e elevam-se, dispostas a evoluir espiritualmente. 
Ramatís cita em algumas de suas obras e fala corajosamente sobre magia negra, seres de outros orbes extra-terrestres, mediunismo, vegetarianismo etc. 
Nesta obra em especial de perguntas e respostas o Mestre fala abertamente sobre Marte, um Planeta que dentro da escala de evolução está nada mais e nada menos que mil anos a frente da Terra, assuntos abordados neste livro: Energia motriz, a ciência marciana, estrutura social, esportes, alimentação, as flores, os pássaros etc. Cita-se na obra Saturno, que por sua vez ainda está acima de Marte no quesito: Evolução. 
Recebemos sim visitas oriundas de outros moradas, Discos Voadores nos visitam para fins de pesquisa. 
Ramatís nos mostra qual grande e inimaginável é este mundo à vista da mente humana. 
Uma viagem de formas e sonhos que um dia desejamos alcançar e porque não palpar! 
E acredite, nossos irmãos não são verdinhos e nem tem olhos grandes e negros! 
A Vida em Marte e os Discos Voadores fascina milhares de pessoas até hoje, remete-nos as sábias palavras do Mestre Jesus quando disse: "...Há muitas moradas na casa de meu Pai..."


[Mais informações no livro A VIDA NO PLANETA MARTE E OS DISCOS VOADORES - Ramatís/ Hercílio Maes]


3 bilhetes:

Nina Dias disse...

Ainda não me atrevi ler Ramatís, não sei se receio, ou de ver em mim muitas semelhanças em suas narrações. Estou pensando em me atrever! bj

Elizabeth disse...

Oi Amiguinha.
Ótima reportagem, amo Ramatis.
Beijo, bom domingo.

Carlos Varoli disse...

Olá amiga, muito interessante sua matéria.

Beijos,

Carlos espírita

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket