sexta-feira, 29 de abril de 2011

DO AMOR

sexta-feira, 29 de abril de 2011

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.


[William Shakespeare]

6 bilhetes:

Nina Dias disse...

Que belo poema sobre o amor! O poeta inglês sempre nos traz momentos inspiradores! bj Nina

Elizabeth disse...

Lindo! Esse William é demais!
Beijo, bom dia.

Bloguinho da Zizi disse...

Gi
que lindo!!!!!
E os passarinhos então????
Perfeito assim como o Amor.

Cintia Alves da Silva disse...

Linda postagem, Gislene! Shakespeare é um dos meus poetas preferidos. Como é bom ter uma boa dose de poesia em um fim de tarde...

Abraços da Cin ;-)

Cintia Alves da Silva disse...

Amo este poema! Linda postagem, Gislene, parabéns ;-) Como é bom ter uma dose de poesia em um fim de tarde...

Bjs e até mais,

Cin.

Lis disse...

Só verdades nesse poema
Amor nao se altera nos obstáculos só se for pra crescer ainda mais, reafirmar.
Shakespeare o mestre da poesia !
Gosto muito
abraços Gislene
bom fim de semana

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket