quarta-feira, 3 de agosto de 2011

O MESTRE JESUS

quarta-feira, 3 de agosto de 2011


"Não ajunteis para vós tesouros na terra, onde a ferrugem e as traças corroem, onde os ladrões furtam e roubam. Ajuntai para vós tesouros no céu, onde não os consomem nem as traças nem a ferrugem, e os ladrões não furtam nem roubam. Porque onde está o teu tesouro, lá também está teu coração".


[Jesus Cristo]


Ao deparar com o sofrimento humano em qualquer de suas formas, o Divino Mestre sentia-se tomado de compaixão e fluidos magnéticos irradiavam dele em grandes ondas.
Como Espírito de elevadíssima condição (pois era um serafim do Sétimo Céu de Amadores), já integrado na unidade da Criação Divina, Espírito da Esfera Crística, padecia com o sofrimento dos homens e nem sempre podia esconder as próprias lágrimas.


À aproximação de sofredores e malfeitores seu coração sangrava e não sossegava enquanto não beneficiasse a todos eles. E, com o passar do tempo, essa sensibilidade extraordinária, realmente divina, aumentou de tal forma que, muitas vezes (como acontecia no período das pregações), o levava ao esgotamento físico, sendo obrigado a afastar-se para refazer-se, porque estava atuando em um corpo de carne, sujeito às fraquezas próprias do plano denso em que vivemos.


Desde quando adolescente, em Nazaré, com auxílio do hazan(Sacerdote ou funcionário da administração dos serviços do Templo e de suas relações públicas) local, assistia e socorria necessitados, inclusive escravos e perseguidos.


"Se tens amor ao teu próximo", dizia Jesus, "sentirás em ti mesmo suas dores e alegrias e, quando doente, poderás curá-lo de seus males".


"O sofrimento", afirmava, "é a fonte do amor; as dores são cordas que nos atam ao Pai do Céu". "Bem-aventurados", acrescentava, "os que sofrem miséria e doença, porque pagam nesta vida suas dívidas e grandes alegrias preparam para si mesmos na vida eterna".


Aos doentes, muitas vezes, quando era jovem, perguntava: " Acreditas que sou capaz de curar-te?". Se a resposta era afirmativa, respondia: "Pois então estás curado, porque a fé é uma força poderosa". Ou então: " Crês sinceramente na misericórdia de nosso Pai Celeste?". Se a resposta era afirmativa, dizia logo: "Então, na certa que te curarás, porque a bondade de Deus é infinita".


E sempre rematava esses curtos diálogos pedindo a Deus, fervorosamente, pela cura do doente.


[Do livro O Redentor, de Edgard Armond]


"Uma missão divina não significa um sacrifício, nem uma fuga do mundo, nem uma rejeição às alegrias da beleza e da natureza; ao contrário, significa um grande e pleno aproveitamento de todas as coisas. Significa fazer o trabalho que amamos com toda a alma e com todo o coração, seja ele cuidar da casa, trabalhar na fazenda, pintar, representar, ou servir ao nosso semelhante, dentro e fora de casa. E esse trabalho, seja qual for, se o amamos acima de qualquer outra coisa, é o supremo mandamento de nossa alma, a tarefa que temos de cumprir neste mundo, a única em que podemos nos sentir sinceros, interpretando na matéria a mensagem do nosso verdadeiro Eu. Podemos, dessa forma, julgar pela nossa saúde e felicidade se estamos interpretando bem essa mensagem".


[Edward Bach]


...Dedico esta postagem à uma querida amiga que nos deixou recentemente.
E fica o amor, as conversas, a amizade, os ensinamentos.
Querida Amiga, que o Mestre Jesus te ilumine, cada vez mais.
Gislene.

3 bilhetes:

Nina Dias disse...

Quanto ensinamento, dá pra ficar aqui lendo várias e várias vezes e sempre terá um significado diferente,lindissimo!! bjs NIna

Lis disse...

Oi Gislene
Desculpe usar seu espaço pra te dar uma noticia muito triste - perdemos O Rolando do Entremares - aqui no Rio , nao sei se já sabe, deu no google e na Tv.
A violência fazendo mais uma vítima perto de nós e levando nosso amigo admirável Rolando.
Como sei que voce gostava também de ler os contos tão lindos que ele nos deixava é que venho externar e compartilhar com voce dessa dor.
pra entender o caso mando a noticia que li e fiquei chocada.
um abraço
http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2011/08/suspeito-de-matar-portugues-no-rj-diz-que-temia-que-filho-saisse-do-pais.html

Elizabeth disse...

Oi Gi,
Nosso Querido Mestre é demais!
Adoro essa musica!
Beijo, minha linda.

 
[MUNDO DA GISLENE] © 2008. Design by Pocket